terça-feira, junho 24, 2008

Escuridão Na Clareira - Miguel Reale Júnior


Lendo a contra-capa confesso que me animei. Tanto é verdade, que comprei no escuro, sem nunca ter ouvido falar no Miguel Reale Jr. Confesso que errei. Nem sei bem explicar o porquê. Vou tentar. É um mistério simples, meio caricato, como se fosse uma fórmula de bolo sendo seguida. Da a impressão que o que acontece está em câmera lenta. Estranho isso, né? Parece que foi escrito por uma criança, salvo algumas passagens digamos mais picantes. Nada de mais porém. Um livro que se pode passar sem ele. Depois de ler, Luiz Alfredo Garcia-Roza, J.D. Robb, Harlan Coben entre muitos outros espetáculos, esse livro fica como se à deriva. Falta algum ingrediente além do sal para que tornasse o livro digestivo. Saudades de Agatha Christie.


Nota: 2,5

Um comentário:

Anônimo disse...

A propósito de Agatha Christie, convido você e a todos para conhecerem dois blogs recém-lançados...

A Casa Torta: O Mundo de Agatha Christie
http://acasatorta.wordpress.com

Cinema é Magia
http://cinemagia.wordpress.com

Um abraço.