sábado, maio 08, 2010

Liberou geral!®


A festa está armada. Ou seria a barraca? Se formos pensar no ministro da Saúde, José Temporão, que parece só pensar naquilo e não querer mais perder tempo com nada, vamos ter o povo todo sarado e combatendo junto com o governo a hipertensão. Temporão mandou que brasileiros e brasileiras fizessem mais sexo. A hipertensão, que é um grave problema, aflige 24,4% da população, sendo o Rio de Janeiro o campeão com 28% onde se constata que se prefere ir à praia ou nadar nas ruas alagadas quando cai uma chuvinha básica, ou ainda trabalhar, se espremer no Metrô lotado e sem ar e até ficar na fila do SUS. Por incrível que possa parecer, Brasília nem entra no levantamento, pois a sacanagem lá é outra.

E com saúde não se brinca. Só que Brasília não sabe disso.

E como estamos em um ano eleitoral não duvido que Lula, um dos homens mais influentes do mundo segundo a revista Time, não resolva ao frigir dos ovos lançar o Bolsa Barraca ou seria o Barraca Família? Para quem no Carnaval distribui camisinhas à moda Chacrinha lançadas do alto do camarote onde esteve eu não duvido nada e nunca poria minha mão no fogo. Nem na água. No bolso então…

Mas não é que tem “Time” que é cego!

Revistas à parte, a verdade não é que bastou entrarmos em ano de eleição que todos querem mostrar serviço. Todos mesmos. Dos senadores ao presidente, passando pelos deputados. Muito se falou em quanto seria o aumento dos aposentados. Conversa daqui conversa dali tentou-se chegar a um número. Seria o reajuste de 6,14% e o governo avisou que aceitaria até 7%. E chegou-se aos 7,7%. Uau!

Foi uma briga boa. Cada um querendo puxar a sardinha para o seu lado não querendo ficar mal na foto. A Câmara já aprovou. Vai pro Senado e a decisão final de se vetar ou não será de Lula. Alguém quer apostar que Lula não teria e não terá coragem de dizer não. Pelo menos deve existir um aposentado na família de cada eleitor, portanto… Não precisa de muita massa cinzenta para resolver a equação.

Não quero com isso dizer que os aposentados não merecem aumento. Quero dizer com isso que o que falta é planejamento. Se o governo a cada ano fosse repondo as perdas do salário dos aposentados, não precisaria aumentar de uma tacada só tudo o que foi perdido para a inflação e para evitar ter que chegar e dizer que não dá, que não tem dinheiro. Se roubassem menos ajudaria também. E se priorizassem coisas mais importantes também não teríamos problema. Tipo em vez de trocar os móveis do Planalto, os tapetes…

Sem falar nas festas, viagens que continuam a acontecer sem segredos.

Tudo isso pesa no orçamento, mas para eles só pesa se for para beneficiar nós. Ai já não dá, a conversa é outra, o buraco é outro.

Por exemplo, no dia 1º de maio, dia em que se comemora o Dia do Trabalho, Lula participou ao lado da sua pupila-pré-candidata à Presidência, Dilma Rousseff, de três festas das centrais sindicais de São Paulo, só que com um detalhe a mais ou a menos dependendo do ponto de vista: “Paitrocinado” com R$ 1,72 milhão de verbas públicas. Pai, afasta de mim esse… Cale-se.

Deve ser para quem pode.

E como deve estar sobrando, a primeira-dama Marisa Letícia aproveitou e usou o avião da Presidência para ir a um evento da Associação das Mulheres Rurais (Amur). Era logo ali em Uberaba onde acontecia a 1ª ExpoZebu. Lá encontrou com Dilma, que fez discurso de candidata. E o vice-presidente, José Alencar, também presente à exposição, fez discurso em nome de Lula. Só não entendi então o que os auxiliares de Lula disseram: primeiro que dona Marisa fora homenageada — será que já não bastou a Ordem de Rio Branco recebida? — pela Amur, fico só pensando que tipo de homenagem seria essa. E segundo que dona Marisa fora representando Lula. Mas se a Dilma estava lá e falou e o vice José Alencar também…O que foi que ela foi fazer então? Sair na foto? Não seria mais fácil e barato mandar depois uma do Lula e dela podendo-se até usar o Photoshop? Dava inclusive para melhorar muita coisa.

Enfim… Aqui se vota, aqui se paga.

Só que quem não vai gostar nada disso será Lula, que periga ter que pagar mais uma multa, pois o PSDB entrou com uma ação contra Lula por sua aparição nas festas… E eu que pensei que fosse pelo uso da verba pública.

Devo ser tolo mesmo.

E hoje não vou pedir para salvarem as baleias, nem para não jogarem lixo no chão e muito menos para que não fumem em ambientes fechados.

Vou pedir justiça para a justiça no caso da procuradora aposentada, Vera Lúcia Sant’Anna Gomes, que espancava e xingava uma criança de apenas dois anos de idade e que estava sob sua guarda provisória. Abram o olho para esse e para centenas de outros casos que temos, mas que às vezes nem se tornam de conhecimento público.

Salvem nossas crianças.

Um comentário:

Guilherme Scalzilli disse...

Cotovelite

A inclusão do presidente Lula entre as celebridades mais influentes do mundo pela revista Time levou a oposição às babas da loucura. Borbulharam volúpias de tristeza naqueles pobres coraçõezinhos. A fúria dos conservadores só não proporciona divertimento passageiro porque, sob suas caricaturas de mafiosos mordendo os chapéus, eles manipulam veneno antidemocrático pesado, que não deveria ser deixado à mão de crianças.
O petista já recebeu galardões semelhantes do francês Le Monde e do espanhol El Pais. Seu sucesso internacional desagrada os adversários como qualquer iniciativa bem-sucedida do governo. Só que há um importante detalhe: quando o aplauso vem da esmagadora maioria dos brasileiros, as víboras podem lançar mão do velho discurso da ignorância do eleitor, da demagogia dos programas federais e assim vai. Mas como essas elites cosmopolitas explicariam a admiração dos seus “civilizados” painhos do Norte, justamente aqueles que a impertinência de Lula vem desafiando?
Ai, que raiva.