quinta-feira, setembro 16, 2004

Salários, violência e a polícia !!!®


Tá na hora de parar de dizer que não escutamos, não vemos e de que não vamos falar. Não podemos tapar o sol com a peneira, como dizem. Não tem como com um salário perto de de R$800,00 (se não me engano), um policial que supostamente esta aí para nos proteger e arriscar com a sua vida, exercer a sua função em sua plenitude. Ou seja, ser um policial e agir como um policial. Alguns o fazem sim, mas e os outros ?? Por que será que passar para o outro lado fica a cada dia mais fácil ?? E tentador. Vamos falar de números. As forças armadas, dipensaram há algum tempo cerca de 40 mil soldados, porque não tinham verba para mantê-los. E para onde acham que parte dessa mão-de-obra altamente qualificada, com treinamento militar foi parar ??. Aconteceu também, a dispensa de cabos da Brigada Pára-quedistas do Exército, que acabaram treinando traficantes por R$ 3 mil a aula, ou por R$ 8 mil por mês. Fernandinho Beira-Mar, segundo levantamento feito, chefia diretamente uma quadrilha de mais de cem pessoas em vários estados, com sócios em outros países. Beira-Mar, movimenta (pasmem), U$ 20 milhões de dólares por mês com o tráfico, e depois de fazer todos os investimentos e pagar a todos seus empregados e "soldados", lhe sobra líquido por mês, U$ 4 milhões de dólares, ou U$ 48 milhões por ano, aproximadamente. Com todo esse "argumento", como podemos querer, que os políciais, que inclusive moram nas próprias favelas não se corrompam. É muito dinheiro envolvido. E muitas vezes, é só isso que eles sabem fazer na vida. Muitos não tem uma formação digna, que lhes de chance de se lançarem em outro caminho. Como eles podem resisitir a isso ?? A fome, a necessidade, faz isso com as pessoas, não com todas, mas faz. Não estou dizendo que é normal nem defendendo quem passa ou passou para o outro lado. Sou contra. Eu não o faria. Sei que muitos de vocês também não. Existem alternativas. Investir em eduação, dar salários dignos, equipar a polícia da mesma forma como o outro lado esta equipado, e cobrar isso tudo. Não só cobrar, como lutar e exigir. Temos que ter consciência de que nós podemos fazer a nossa parte, que é simples e nem é dolorosa, que é saber escolher quem irá decidir por essas alternativas.

Um comentário:

Diego disse...

Muito bom o texto
essa é a mais pura verdade.
nem todos compreende os Policiais.
não sabe o que se passa.
por isso julgam todos maus.

continue com esse pensamento.
ok

fique na paz...